08/10/2014

Ensino de PLNM – manual em 2 volumes sobre CULTURA E HISTÓRIA DE PORTUGAL


De acordo com a informação disponível no sítio da Porto Ed. (portanto, não tenho nem consultei o livro impresso), funcional mas não descritiva – seria bom que a Editora publicasse online as notas introdutórias ou excertos das introduções ou prefácios dos manuais que expliquem ou descrevam perspetivas autorais, metodologias adotadas, etc. – o manual encontra-se organizado em áreas temáticas : sociedade, lusofonia, música, dança, desporto, cinema, teatro, literatura, artes plásticas, moda e design, arquitetura, património natural, turismo, gastronomia (no 1.º Volume).

Reprodução do ÍNDICE do 1.º volume.

As unidades apresentam textos informativos, devidamente ilustrados e acompanhados de glossários. As atividades (nas mostras de págs. online) parecem insuficientes, residindo portanto a mais-valia do manual no compendiar de textos de tipologia e temática diversificadas para seleção e uso em aula por parte do professor ou do aluno, conforme os objetivos ou grau de autonomia deste.

Foi com agrado que, ao pesquisar no catálogo da Editora um outro manual de PLNM, encontrei estes dois volumes, mais o "Livro do Professor", consagrados ao ensino-aprendizagem da Cultura e História de Portugal. Elaborados essencialmente para um público-alvo que estuda no estrangeiro e com um nível de proficiência razoável da língua portuguesa (vol. 1) ou mesmo avançado (vol. 2), estes materiais permitem ao seu utilizador (professor e aluno) encontrar, rápida e sistematicamente, temas de interesse geral e da cultura portuguesa. Ao estudante, proporciona-lhe o alargamento do seu vocabulário e o aprofundar do seu conhecimento sobre a cultura e a história de Portugal; ao professor, permite-lhe escolher os temas a lecionar durante o curso e assim planear o ensino de um modo mais fácil, mais documentado, mais adequado ao perfil do aprendente e com mais tempo para selecionar material complementar.

Lembro o excelente manual de Fernando José Rodrigues e Peter Humphreys, Falar é Aprender. Português para Estrangeiros (Porto, Porto Ed., 2000) – que estranhamente não encontro na minha pesquisa online no catálogo da Editora – que permanece como um bom livro de ensino do Português – língua e cultura – a estrangeiros, investindo «em outro tipo de textos, mais elaborados, mais consistentes, mais apelativos ao intelecto do que o simples “Quanto custa?” ou “Que horas são?”» (da Introd., p. 6). Neste manual, o professor tem «a possibilidade de escolher textos, dos mais simples aos mais avançados, e de os preparar, em devido tempo, com material de apoio, fichas de exploração, definir vocabulário prioritário e, finalmente, tornar o texto ponto de partida para novos temas de reflexão e debate.» (idem).

Quer o manual apresentado em dois volumes quer este Falar é aprender são instrumentos de apoio ao ensino-aprendizagem da língua e da cultura portuguesa, mas obviamente mais focalizados na componente histórico-cultural que na componente linguística (onde atualmente existe mais oferta de materiais) embora esta última esteja compreendida na primeira como objeto de estudo e seja, obviamente, veículo de todas as aprendizagens.

Não será de estranhar, portanto, que as unidades estejam centradas nos textos e não no treino de estruturas gramaticais, que se privilegie o estudo de vocabulário específico (a cada tema da unidade) do que outros aspetos gramaticais e que, assim, o Falar é aprender apresente um banco de “EXERCÍCIOS” gramaticais no final do livro. Mas a questão Cultura / Língua merece aprofundamento cuidado, em função de público-alvo, níveis de proficiência dos aprendentes, e objetivos a atingir. Que a questão é mais complexa demonstra-o, por exemplo, a inclusão de “APONTAMENTOS GRAMATICAIS” (que são de facto uma verdadeira gramática para estrangeiros, pp. 121-167) no manual de Fernando José Rodrigues e Peter Humphreys.

Para um equilíbrio entre as aulas centradas no texto e o treino de competências linguísticas veja-se  A Actualidade em Português (nível avançado), de Ana Tavares & Hermínia Malcata, dir. Renato Borges de Sousa (Lisboa: Lidel, 2004 -rev.) constituído por textos da imprensa lusófona sobre temas da atualidade. Cada unidade está estruturada com texto, «glossário, vocabulário, gramática, compreensão e uma última parte em que o aluno é motivado para a oralidade, escrita ou simulação.» (da introd.). Embora mais modesto graficamente, apresenta uma proposta de atividades didáticas muito interessante.

Muito útil para Leitorados do Camões - Instituto da Cooperação e da Língua,  e outros contextos de ensino de aprendizagem além-fronteiras.


Cultura e História de Portugal - Volume 1 - Níveis A2/B1

Ensino Português no Estrangeiro

Porto: Porto Ed., 2014?.
Revisão: Susete Albino
96 págs., ISBN: 978-972-0-30004-1


 Cultura e História de Portugal - Volume 2 - Níveis B2/C1

Ensino Português no Estrangeiro

Porto: Porto Ed., 2013?.
Revisão: Susete Albino
80 págs., ISBN: 978-972-0-17038-5


Fonte: Sítio da Porto Editora, na secção sobre os manuais, ver aqui volume 1 e volume 2.

Sem comentários:

Enviar um comentário